1,7 milhões de euros para caminhos agrícolas em 2020

Foto: GaCS

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas anunciou esta segunda-feira, 30 de dezembro, que o Governo dos Açores reforçou os meios técnicos para, no mais curto espaço de tempo possível, recuperar os caminhos agrícolas mais danificados devido às condições meteorológicas adversas registadas nas últimas semanas, de modo a garantir boas condições de trabalho a todos os agricultores.

No próximo ano, serão investidos 1,7 milhões de euros em caminhos agrícolas na ilha de São Miguel, sendo que, especificamente no concelho de Ponta Delgada, estão previstas intervenções, por exemplo, no caminho rural dos Arrebentões, na freguesia das Sete Cidades, na pavimentação do caminho rural das Pernadas, na freguesia de Santo António, para além da pavimentação de alguns troços dos caminhos rurais do Rolo, nas Feteiras, e Murtas, nos Ginetes.

“Há trabalho a fazer em várias ilhas para garantir melhores condições de trabalho aos agricultores que utilizam os caminhos agrícolas afetados pelos sucessivos temporais que se têm feito sentir na Região e, mais uma vez, o Governo está empenhado em dar uma resposta rápida e eficaz aos agricultores”, afirmou João Ponte, em declarações à margem de uma visita a caminhos agrícolas nas Capelas, concelho de Ponta Delgada.

O governante, que foi acompanhado pela Diretora Regional dos Recursos Florestais, pelo Presidente do Conselho de Administração do Instituto Regional de Ordenamento Agrário (IROA) e pelo Presidente da Junta de Freguesia das Capelas, salientou que os trabalhos já começaram, de modo a repor a normalidade nos caminhos afetados.

Em comunicado, a Associação Agrícola de São Miguel alertou para a degradação de vários caminhos agrícolas por força do mau tempo. Reforçou que são essenciais para a sustentabilidade económica das explorações e mostra-se disponível para colaborar com o Executivo regional e identificar os locais mais afetados.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas assegura que o Governo dos Açores está ao lado dos agricultores e ajudará o setor a recuperar de mais uma intempérie natural, tal como tem acontecido em outras situações similares.

DL/GaCS/AASM




Categorias: Regional

Deixe o seu comentário