Açores com 27 novos casos em São Miguel e 20 recuperados

© D.R.

Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, 27 novos casos positivos de covid-19, todos em São Miguel, em contexto de transmissão comunitária, e 20 recuperações, informa hoje o boletim diário da Autoridade de Saúde Regional.

Em comunicado a Autoridade de Saúde açoriana adianta que o concelho da Ribeira Grande regista hoje 14 novos casos (cinco em Rabo de Peixe, três na Maia, dois em Porto Formoso, dois na Conceição, um na Ribeira Seca e um na Lomba da Maia).

Já no concelho de Ponta Delgada foram diagnosticados, nas últimas 24 horas, sete novos casos (dois em São José, dois na Fajã de Baixo, dois nos Arrifes e um em Fenais da Luz).

O concelho de Vila Franca do Campo conta hoje com um novo caso, em São Pedro, e no concelho da Lagoa foram diagnosticados cinco novos casos (três em Santa Cruz, um no Rosário e um no Cabouco).

Os novos casos resultam “de 3.036 análises realizadas nos laboratórios de referência da Região e outras duas em laboratórios não convencionados”, refere ainda o comunicado, indicando que ocorreram, nas últimas 24 horas, “um total de 20 recuperações2 todas na ilha de São Miguel

Hoje estão internados 11 doentes (menos três do que na quarta-feira), todos no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, com três destes em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

O arquipélago conta atualmente com 284 casos positivos ativos, todos em São Miguel.

De acordo com a Autoridade de Saúde dos Açores, “não há cadeias de transmissão local ativas, sendo que foram extintas 203 até ao presente”.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados nos Açores 5.631 casos positivos de covid-19, tendo recuperado da doença 5.184 pessoas e falecido 33.

“Desde 31 de dezembro de 2020 e até 28 de maio, foram administradas nos Açores 126.130 doses de vacina contra a covid-19, correspondentes a 79.832 pessoas com 16 ou mais anos com a primeira dose, e 46.298 pessoas com ambas as doses”, no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

Lusa/ DL

Categorias: Saúde

Deixe o seu comentário