Açores com 37 novos casos e uma morte após seis meses sem óbitos

FOTO DL

As 1.654 análises realizadas nas últimas 24 horas nos laboratórios de referência dos Açores diagnosticaram 37 casos positivos de covid-19, segundo a autoridade de saúde, dando conta de um novo óbito, depois de seis meses sem registo de mortes.

No seu comunicado diário, a Autoridade de Saúde dos Açores acrescenta que os novos casos foram diagnosticados na ilha de São Miguel (23), na Terceira (12), nas Flores (um) e no Pico (um).

Quanto ao óbito registado, tratou-se “de uma utente de 64 anos de idade, internada no Hospital do Divino Espírito Santo, de Ponta Delgada”, em São Miguel.

Com este óbito, aumenta para 17 o número de mortes associadas à covid-19 nos Açores, todas registadas em São Miguel. As restantes 16 mortes tinham ocorrido, segundo os dados regionais oficiais, até maio.

Como tem vindo a ser habitual, a informação divulgada pela autoridade regional difere dos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), que hoje anunciou duas novas mortes nos Açores. Contudo, como a DGS contabilizava até esta quinta-feira, 26 de novembro, e 15 mortos no arquipélago, o total de 17 é agora indicado tanto pelas entidades nacionais como pelas regionais.

A informação da autoridade de saúde regional refere que “foi detetada uma nova cadeia de transmissão em Ponta Delgada, tendo sido diagnosticado um indivíduo do sexo masculino, de 49 anos, contacto próximo de alto risco de um caso positivo previamente diagnosticado, encontrando-se em investigação epidemiológica”.

Também na ilha Terceira “foi detetada uma nova cadeia de transmissão, em Angra do Heroísmo, tendo sido diagnosticado um indivíduo do sexo feminino, de 80 anos, contacto próximo de alto risco de um caso positivo previamente diagnosticado, encontrando-se em investigação epidemiológica”.

Nas últimas 24 horas, há ainda o registo de cinco recuperações na região, das quais quatro em São Miguel e uma em São Jorge, elevando o número total de casos recuperados no arquipélago para 477.

A região conta agora com 28 cadeias de transmissão ativas, sendo 20 na ilha de São Miguel, seis na ilha Terceira, uma partilhada entre a ilha de São Miguel e a ilha de São Jorge, e uma na ilha de São Jorge.

Até ao momento, foram detetados na região 902 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19.

Há atualmente 477 casos recuperados e 330 casos positivos ativos, dos quais um na ilha de Santa Maria, 230 na ilha de São Miguel, 93 na ilha Terceira, um na ilha de São Jorge, um na ilha do Pico, dois na ilha do Faial e dois na ilha das Flores.

Lusa/DL

Categorias: Saúde

Deixe o seu comentário