Açores registam apenas dois casos em 24 horas

© DR

Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, dois novos casos da covid-19, somando a região 79 casos positivos ativos e 14 recuperações, segundo o boletim diário da Autoridade de Saúde.

Os casos, registados nas ilhas de São Miguel e do Pico, resultam de 1.825 análises efetuadas. Na maior parcela dos Açores, o caso foi identificado em Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande, vila que se encontra sob cerca sanitária e quem tem sido responsável pelo maior número de infetados na região autónoma.

Segundo a Autoridade de Saúde, no Pico, o caso diagnosticado é relativo ao concelho da Madalena e está ligado a uma cadeia anteriormente identificada.

Nas últimas 24 horas, 14 doentes recuperaram da doença, todos em São Miguel, sendo dois no concelho de Ponta Delgada, um em Santa Cruz da Lagoa e 11 no concelho da Ribeira Grande, dez dos quais em Rabo de Peixe.

Apenas existem duas pessoas internadas em Ponta Delgada e Angra do Heroísmo, estando em cuidados intensivos o doente internado na Terceira, numa altura que são 943 as vigilâncias ativas, mantendo-se a cadeia de transmissão no Pico.

Os Açores registam 79 casos positivos ativos, sendo 66 em São Miguel, cinco na Terceira, seis no Pico, um no Faial e um em Santa Maria.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados 3.823 casos positivos, tendo recuperado da doença 3.610 doentes, falecido 29, saíram da região 67 e 38 comprovaram cura de anterior infeção.

O Governo Regional dos Açores decidiu na quinta-feira aliviar as medidas de contenção da covid-19, em todos os concelhos do arquipélago, mas a vila de Rabo de Peixe continuará sujeita a cerca sanitária.

“Tem havido uma progressiva redução de casos, mas ainda não é suficiente para alterar a medida restritiva em vigor. É uma decisão muito difícil, temos perfeitamente consciência disso, mas não podemos deixar de a tomar, manter a cerca até nova avaliação na próxima segunda-feira”, adiantou o secretário regional da Saúde e Desporto, Clélio Meneses.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.453.070 mortos no mundo, resultantes de mais de 110,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 15.754 pessoas dos 792.829 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Lusa/ DL

Categorias: Saúde

Deixe o seu comentário