Alunos premiados por mérito escolar na Lagoa

FOTO DL

A cerimónia de entrega dos diplomas de mérito escolar, relativos ao ano letivo de 2019/2020, teve lugar esta segunda-feira, 26 de outubro, no auditório do Expolab. Contou com a presença da vereadora da Educação e Cultura, Albertina Oliveira, do presidente do Conselho Executivo da Escola Básica Integrada de Lagoa, professor Manuel Rodrigues, da presidente da Assembleia de Escola, professora Helena Costa, e da Presidente do Conselho Pedagógico, Aida Moura, e o diretor técnico da Farmácia Mântua, Ricardo Martins Mota, um dos mecenas das distinções.

Este ano, os prémios de mérito académico, pela primeira vez, foram entregues segundo um regulamento municipal.  Receberam, assim, a distinção 22 alunos do 1º e 2º ciclo da Escola Básica Integrada de Lagoa. Nesta cerimónia, foi distinguida a melhor aluna do 1º ciclo, Rita da Costa Rodrigues, e o melhor aluno do 2º ciclo, João Amaral Carreira.

Na categoria de mérito cívico, um prémio da Escola Básica Integrada em parceira com a Farmácia Mântua, foi entregue à aluna Rafaela Teles, da Escola Básica Tavares Canário. Para Ricardo Martins Mota, este é um prémio “da humildade de quem sabe respeitar regras e de respeito pelo próximo e isso na sociedade, hoje em dia, é muito importante. Estamos muito satisfeitos em poder colaborar com a escola”, sublinha o empresário. 

Quanto à distinção de mérito artístico e desportivo, um prémio da escola em parceria com o Aquafit, receberam os prémios os alunos Martim Moniz, do 1º ciclo, e Bianca Machado, Maria Luísa Correia e Pedro Macedo, do 2º ciclo.

De acordo com a Presidente da Câmara de Lagoa, Cristina Calisto, “quando o prémio de distinção deixou de ser meramente académico para incluir o mérito cívico, artístico e desportivo colocou todos os alunos a partir do primeiro dia de aulas em igualdade de circunstâncias de obterem o seu devido reconhecimento”. Mais acrescentou que, “os diplomas entregues são, desta feita, uma forma de motivar os estudantes para um percurso académico de sucesso” pois “é com jovens como estes que podemos fazer da Lagoa uma grande cidade, conduzida pelos grandes homens e mulheres do amanhã”.

Para o município e enquanto presidente de Câmara, “este é um dos momentos mais importantes da minha participação pública. No nosso concelho privilegiamos a educação, uma prioridade essencial para desenvolver a nossa comunidade. É, assim, que se consegue o progresso e a melhoria da qualidade de vida dos lagoenses, assim como se promove uma alteração substancial daquilo que são os modos de viver da nossa comunidade”, referiu Cristina Calisto.

O Regulamento Municipal Prémio de Mérito Académico visa estimular e premiar o sucesso escolar. Os prémios distinguem os alunos matriculados, em estabelecimentos de ensino do concelho de Lagoa, do ensino básico, secundário, incluindo o profissional e que tenham concluído com um comportamento escolar irrepreensível e aproveitamento académico excecional.

Para cada ano letivo, em cada uma das três unidades orgânica do concelho, foram atribuídos os Prémios de Mérito Académico, a cada aluno premiado do 4.º, 6.º, 9.º e 12.º ano, com um montante de 50€ e ao melhor estudante do 4.º, 6.º e 9.º ano, um valor de 500€, sendo que, ao melhor aluno do 12.º ano, do Ensino Cientifico Humanístico e Profissional, é atribuído um prémio monetário de 1000 euros.

DL

Categorias: Educação

Deixe o seu comentário