Andreia Cardoso reafirma esforço do Governo na implementação da Rede de Cuidados Continuados Integrados

Protocolo-IPSS-Lagoa-Santa-Casa-Misericordia-Santo-António

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou que o Governo dos Açores tem vindo a desenvolver, no último ano, um “trabalho exaustivo” ao nível da regulamentação e da implementação da Rede de Cuidados Continuados Integrados.

Andreia Cardoso, que falava na cerimónia de assinatura de protocolos nesta área com a Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada e com a Santa Casa da Misericórdia de Lagoa, sublinhou que o trabalho efetuado implicou um redimensionamento da rede, alargando-a a todo o arquipélago.

Na cerimónia, que contou também com a presença do Secretário Regional da Saúde, Luís Cabral, a governante frisou que este alargamento foi desenvolvido de “forma consistente”, além de ter sido “fundado nos princípios de exigência que estão subjacentes à prestação deste tipo de cuidados”.

Uma articulação, segundo disse, que é realizada ao nível da agilização de procedimentos entre as unidades de saúde, os hospitais, os centros de saúde, as IPSS, as misericórdias e o Instituto de Segurança Social dos Açores, facultando uma triagem efetiva dos casos considerados de cuidados continuados.

Para a Secretária Regional da Solidariedade Social, o grande desafio é “ter serviços de apoio ao domicílio quer na rede de cuidados continuados, quer no âmbito da rede de apoios sociais, isto é, nos dois domínios, para serem capazes de promover o acolhimento no domicílio, que é fundamental e prioritário, e nos casos em que tal não é possível, o encaminhamento para as unidades residenciais”.

Nesse sentido, o Governo Regional vai apresentar para aprovação na Assembleia Legislativa um diploma “para que seja do conhecimento público um conjunto de regras relativas às instalações deste tipo de unidades e, também, o quadro de pessoal afeto, que é fundamental”, revelou Andreia Cardoso.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário