Apreendida arte de pesca com cerca de 32 km de comprimento ao largo de São Miguel

© AMN

Em resultado de uma ação de fiscalização dirigida à prática da atividade da pesca nas imediações do porto de Ponta Delgada e ao largo da costa sul da ilha de São Miguel, foi apreendida uma arte de pesca com cerca de 32 quilómetros de comprimento.

A operação e apreensão aconteceu no passado dia 25 de janeiro, anunciou a Autoridade Marítima Nacional em nota de imprensa enviada às redações.

Segundo a Autoridade Marítima, durante a ação, foi detetada e fiscalizada uma embarcação de pesca costeira que se encontrava a operar em zona proibida, a menos de seis milhas (cerca de 11 quilómetros) da costa, e com recurso a uma arte de pesca denominada “palangre de superfície” sem a devida sinalização e identificação, tendo já sido capturado cerca de 400kg de espadarte, acondicionados no interior da embarcação.

Foi elaborado o respetivo auto de notícia, tendo os elementos da Polícia Marítima apreendido, como medida cautelar, a arte de pesca utilizada e o respetivo pescado que se encontrava na arte de pesca que, por ainda se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Foram igualmente apreendidos os cerca de 400kg de espadarte, acondicionados no interior da embarcação, que serão vendidos em lota, ficando o valor a reverter a favor do processo.

Estiveram empenhados nesta ação um total de oito elementos do comando local da Polícia Marítima e da Capitania do Porto de Ponta Delgada, apoiados por duas embarcações.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário