Autarquia de Ponta Delgada reforça ações de fiscalização na área ambiental

Desde maio que a Câmara Municipal de Ponta Delgada tem vindo a intensificar as ações de fiscalização ambiental, quer junto dos estabelecimentos de restauração e similares, quer em todas as zonas da cidade onde se procede à recolha diária de resíduos.

De acordo com comunicado, até ao momento foram registadas 189 ocorrências e levantados 22 autos de contra ordenação, nomeadamente junto de estabelecimentos ligados à restauração.

O reforço da fiscalização na área ambiental incide sobre a deposição ilegal de resíduos na via pública, ou seja, fora do horário estipulado pelo respetivo regulamento municipal (a deposição deve ser feita a partir das 19 horas), nas zonas onde existe recolha diária de resíduos.

Utilizando uma viatura não identificada, os serviços de Ambiente da Câmara de Ponta Delgada têm tido uma atitude pedagógica, essencialmente junto dos estabelecimentos ligados à restauração, no sentido de sensibilizar proprietários e funcionários para o cumprimento do estipulado no regulamento municipal no que respeita à deposição de resíduos na via pública, explica a autarquia.

As coimas a aplicar nos casos de deposição ilegal de resíduos vão dos 250 aos 5.000 euros, dependendo da gravidade da situação.

Alguns dos processos levantados prenderam-se com a deposição ilegal dos chamados “monstros” (entulho, eletrodomésticos e outros).

Recorda uma nota da autarquia que todos os munícipes podem pedir aos serviços da autarquia, de forma gratuita, que procedam à recolha dos “monstros” através do número verde (800 205 479) ou na Loja do Munícipe – PDL TOTAL.

DL/CMPD

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário