Avelino Meneses entrega segunda-feira o Prémio de Humanidades Daniel de Sá

Avelino-Menezes-secretário-saude-açores

O Secretário Regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, preside segunda-feira, em Ponta Delgada, à sessão pública de atribuição do Prémio de Humanidades Daniel de Sá à professora e investigadora açoriana Leonor Sampaio da Silva, galardoada nesta primeira edição do prémio pela obra intitulada Mau tempo e Má Sorte: Contos Pouco Exemplares. 

Nesta cerimónia, que terá lugar pelas 18h00, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, o jornalista e editor Bruno da Ponte fará uma breve apresentação da obra premiada. 

O júri do prémio, constituído por Carlos Reis, da Universidade de Coimbra, Avelino Meneses e Rui Sousa Martins, da Universidade dos Açores, João Saramago, do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa, e pelo escritor João de Melo, decidiu, por unanimidade, atribuir o galardão a esta obra, entre outras razões, “pela desenvoltura narrativa que os contos apresentam” e pela “qualidade enunciativa dos diálogos e da linguagem”. 

O Prémio de Humanidades Daniel de Sá, no valor pecuniário de 12 mil euros, é atribuído pelo Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Educação e Cultura / Direção Regional da Cultura, e destina-se a galardoar, a cada biénio, nos anos pares, uma obra inédita, com a temática “Açores”, escrita em português, por autor nacional ou estrangeiro, numa das seguintes categorias: literatura, linguística, história, filosofia, sociologia e antropologia. 

Leonor Sampaio da Silva, professora auxiliar do Departamento de Línguas e Literaturas Modernas e Diretora do Curso de Mestrado em Tradução e Assessoria Linguística da Universidade dos Açores, é membro, desde 2011, da Comissão Científica do Plano Regional de Leitura. 

DL/GaCS

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário