Bandeira Azul hasteada nas zonas balneares do concelho de Ponta Delgada

© CMPD

Ponta Delgada volta a hastear este ano a Bandeira Azul em cinco zonas balneares: Praia das Milícias, Praia do Pópulo, Poços de São Vicente Ferreira/Capelas, Poças Sul dos Mosteiros e Forno da Cal, anunciou a autarquia esta quarta-feira, 9 de junho.

“Ponta Delgada é o concelho de São Miguel com mais praias e zonas balneares distinguidas com o mais importante galardão da qualidade, cuja atribuição resulta da análise de quatro critérios relacionados coma informação e educação ambiental, a qualidade da água balnear, a gestão ambiental e equipamentos e a segurança e serviços”, disse a presidente da autarquia de Ponta Delgada na inauguração.

Maria José Lemos Duarte acrescentou que o cumprimento destes critérios é “a demonstração do investimento municipal para continuar a assegurar, em Ponta Delgada, as melhores condições de segurança e limpeza aos banhistas locais e visitantes”, mas também uma “responsabilidade para a autarquia, para a sociedade civil e para os banhistas no que respeita à promoção das boas práticas ambientais”.

De acordo com a nota de imprensa enviada às redações, durante a época balnear deste ano, que termina a 30 de setembro, dedicada à “Recuperação de Ecossistemas”, vão ser desenvolvidas atividades de educação ambiental para banhistas e outros públicos, com o objetivo de mobilizar e sensibilizar os participantes para a adoção de comportamentos racionais e eficientes na utilização dos recursos e na recuperação dos ecossistemas terrestres e marinhos.

A primeira praia de Ponta Delgada a ser distinguida com a Bandeira Azul foi a Praia das Milícias em 1998, mantendo desde então o galardão. A Praia do Pópulo tem hasteada a Bandeira Azul desde 2008; os Poços de São Vicente Ferreira/Capelas desde 2012; as Poças Sul dos Mosteiros também desde 2012 e o Forno da Cal desde 2013.

Este é o sétimo ano consecutivo que o galardão europeu é atribuído às praias e zonas balneares concessionadas ao Município de Ponta Delgada.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário