Bênção das pastas dos Açores cancelada por tempo indeterminado

© AAUA

A cerimónia da bênção das pastas da Universidade dos Açores, que tinha sido adiada para 10 ou 11 de julho, foi novamente cancelada pela Direção Regional da Saúde devido à covid-19, não existindo nova data para a realização.

Numa mensagem enviada aos alunos da academia açoriana, a que a agência Lusa teve acesso, a Associação Académica da Universidade dos Açores (AAUA) informa que a Direção Regional de Saúde comunicou que a realização da cerimónia “continua a apresentar um risco considerável de disseminação do vírus, pela carga de doença existente em São Miguel”.

A Direção Regional da Saúde defendeu que o evento deveria ser “adiado até existir uma melhoria do nível de risco” da pandemia da covid-19 na ilha de São Miguel.

Perante a decisão, a AAUA diz não poder “continuar a adiar constantemente” a cerimónia, sem “certezas de quando a mesma se poderá efetivamente realizar”.

“Neste sentido, informo que a bênção das pastas está oficialmente cancelada e que só será agendada quando a situação pandémica nos permitir (no próximo ano letivo, quando a próxima direção da AAUA achar por bem, em articulação com a Pastoral Universitária)”, lê-se na mensagem enviada aos estudantes.

Em 16 de junho de 2021, foi noticiado que a AAUA se manifestou inconformada com a decisão da Direção Regional de Saúde em cancelar a cerimónia tradicional da bênção das pastas devido à pandemia da covid-19, inicialmente marcada para 20 de junho.

A cerimónia da bênção das pastas, destinada a todos os alunos finalistas da academia, decorre habitualmente num templo religioso, mas este ano, devido à pandemia da covid-19, estava inicialmente marcada para 20 de junho no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

A Associação Académica adquiriu 980 testes rápidos contra a covid-19 para testar todos os participantes, que teriam obrigatoriamente de usar máscara durante a cerimónia, estando prevista a presença máxima de 750 pessoas.

Depois de a decisão da Autoridade de Saúde em adiar o evento, a Associação Académica açoriana ainda apresentou um novo plano de contingência que previa a realização do evento noutro concelho (Vila Franca do Campo), mas a intenção voltou a ser rejeitada.

A AAUA resolveu então a adiar a cerimónia para 10 ou 11 de julho, datas que foram agora novamente reprovadas pela Direção Regional da Saúde.

A 3 de julho, um grupo de alunos da Universidade dos Açores realizou autonomamente uma bênção das pastas, em Ponta Delgada, no que consideraram ser uma “forma de resistência” depois de o evento oficial ter sido adiado devido à covid-19, um evento do qual a AAUA demarcou-se.

Lusa/ DL

Categorias: Educação

Deixe o seu comentário