Bispo de Angra internado no Hospital do Santo Espírito mas “estável e sem inspirar cuidados de maior”

BispoDomAntSousaBRaga_abr12@Gacs

O Bispo de Angra foi internado ao final da manhã desta sexta feira, no Hospital do Santo Espírito, em Angra do Heroísmo, devido a “complicações” de saúde provocadas por efeitos secundários dos tratamentos de quimioterapia que está a realizar há dois meses, depois de ter sido operado a um tumor pulmonar localizado no pulmão esquerdo, que lhe foi retirado.

D. António de Sousa Braga está “estável” segundo informação médica e encontra-se internado no Serviço de Cardiologia do Hospital da ilha Terceira devido a uma “ligeira insuficiência cardíaca” que “é normal” no quadro clínico de um doente oncológico, refere o sitio Igreja Açores.

O responsável máximo da Igreja Católica nos Açores sofreu um “pré edema pulmonar” também em consequência dos tratamentos de quimioterapia mas “reagiu bem ao tratamento” e a situação “está controlada”.

Apesar de “estar a recuperar positivamente” vai manter-se internado para observação e realização de exames complementares de diagnóstico.

Recorda o sito Igreja Açores que D. António de Sousa Braga foi submetido a uma cirurgia no passado dia 9 de março, tendo-lhe sido “removido o pulmão esquerdo onde estava localizado o tumor”, tendo recuperado de forma muito favorável.

A cirurgia decorreu no Hospital Pulido Valente em Lisboa, durante quatro horas, seguindo-se um período de convalescença de uma semana no serviço de Cirurgia Torácica deste hospital.

O Bispo diocesano esteve sempre acompanhado da família e permaneceu em Lisboa até à Semana Santa, altura em que regressou à Diocese de Angra para presidir às celebrações da Semana Santa, na Sé.

Depois disso tem mantido em parte a agenda, conciliando-a com os tratamentos, tendo ordenado já dois sacerdotes, um em Abril e outro no passado domingo, na Sé.

D. António de Sousa Braga tem 74 anos de idade e completa na próxima terça feira, dia 30 de junho, 19 anos de episcopado.

DL/IA

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário