Carro incendeia-se em Santa Cruz e provoca danos em segunda viatura

O condutor tinha acabado de estacionar o carro, no cimo da Avenida Gaspar Frutuoso, junto à Igreja, em Santa Cruz, Lagoa, quando começaram as chamas, por volta das 23h, desta quinta-feira, dia 19.

De acordo com informação recolhida pelo Diário da Lagoa (DL) junto da família, o condutor ainda foi a casa buscar um balde com água mas não evitou que o incêndio fizesse arder por completo o carro.

Já em chamas, o veículo desliza, sem ninguém no seu interior, e colide numa segunda viatura estacionada na rua, embatendo depois numa árvore. As chamas, que rapidamente ganharam força, chegaram a ameaçar pelos menos uma das casas.

Não há registo de feridos mas os vários moradores, ouvidos pelo DL, relatam os momentos de pânico. “Primeiro ouvimos uns estrondos mas como estava muito vento pensámos que era alguma janela a bater”, diz Vítor Tavares, residente na zona. Mas os rebentamentos sucederam-se com o avançar das chamas.

Renata Medeiros, moradora na rua, diz que acordou com “o enorme barulho” mesmo à porta de casa: “as pessoas nem imaginam as explosões que um carro em chamas provoca, parecia mesmo coisa de filmes”, explica, descrevendo o fumo e o cheiro intenso a queimado deixado pelo incêndio, extinto depois pelos bombeiros.

Vítor Tavares diz que vários vizinhos conseguiram desviar os carros a tempo, evitando danos maiores.

No local, estiveram vários elementos da Polícia de Segurança Pública e Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada. Contactos pelo DL no local, nem a PSP nem os Bombeiros quiseram prestar declarações, remetendo esclarecimentos para os respetivos comandos. Contactados pelo DL, tanto o comando da PSP de Ponta Delgada como o dos Bombeiros remeteram esclarecimentos para a manhã desta sexta-feira, dia 20.  

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário