Cestaria de Água de Pau embeleza a 8ª edição da Festa Branca na Lagoa

Pela oitava vez consecutiva, o Convento dos Franciscanos, na Lagoa, acolhe a Festa Branca que será embelezada, uma vez mais, com peças de artesanato executadas por artesãos Lagoenses.

Na edição de 2017, privilegiou-se o o artesanato em folhas de milho, da Ribeira Chã, a azulejaria lagoense e o crochet açoriano em mandalas. Este ano, será a cestaria dos pauenses, João e Alcídio Andrade, que estará em foque, precisamente sob a forma de trevo de seis folhas, nos quais o símbolo do infinito encontra-se patente numa conjugação do número 8, que sobressai nesta edição da festa branca, e ressalva-se, também, na data da sua concretização: dia 18, do mês 8, do ano 2018.

Relembre-se que, o artesanato, nas últimas edições, tem sido enfatizado na decoração de todo o espaço da festa, bem como o uso de materiais reutilizáveis, que vão sendo usados de festa para festa. Este ano, distinguiu-se, ainda, elementos decorativos executados em folha Eva, por duas entusiastas lagoenses, que têm colaborado, voluntariamente, nas últimas edições deste evento.

Esta iniciativa, organizada pela Câmara Municipal de Lagoa, irá primar não só por uma abertura alusiva à presença dos franciscanos na Lagoa, mas também à alusão dos vários oitos inerentes na data da sua realização e naquela que é a sua oitava edição.

O Convento dos Franciscanos cobrir-se-á, assim, de branco para receber uma noite com ritmos típicos de verão, nomeadamente com as atuações, no claustro de um dos ex-líbris da cidade de Lagoa, da Banda.Com, Oceanus, do DJ Kevin Piques e do dj oficial da Ruido Audiovisuais. Na abertura da festa, para além de um espetáculo surpresa, que envolverá vários grupos locais, contará, igualmente, com a atuação da banda musical lagoense Umbrella’s Dream, que embelezará o ambiente inicial da festa.

De salientar que, como já vem sendo hábito, o jardim do Convento dos Franciscanos servirá, pela terceira vez consecutiva, de zona de confraternização, onde ficarão localizados vários bares, revestidos por uma decoração que irá valorizar a reciclagem e a preservação do ambiente, nomeadamente com uma ação de recolha de copos, em que os participantes receberão um chapéu ou um pin, alusivo à Festa Branca 2018, e como uma lembrança da última festa branca, naquele espaço, incutindo à sensibilização ambiental, que se quer ainda mais forte no concelho.

Prevê-se, igualmente, a adesão dos vários restaurantes da cidade a esta festa que, normalmente, ficam lotados e embelezados para receber as milhares de pessoas, que se deslocam ao Convento dos Franciscanos, para usufruir de um ambiente único e uma noite diferente.

De relembrar que, a Festa Branca inicia este sábado, dia 18, às 23h00, sendo que o número de pessoas que o Convento dos Franciscanos consegue receber é limitado. Deste modo, os bilhetes de entrada encontram-se à venda, na Pousada da Juventude de Lagoa e no Gabinete de Atendimento ao Município, pelo valor de 20€, estando disponíveis 250 bilhetes.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário