Chega propõe Complemento de Pensão para os idosos na Lagoa

© D.R.

O candidato pelo Chega à Câmara Municipal de Lagoa garantiu esta segunda-feira, 20 de setembro, durante uma ação de campanha na freguesia de Nossa Senhora do Rosário, que o Chega irá propor, em todos os municípios em que for eleito, um Complemento Municipal de Pensão para todos os idosos. Para José Pacheco, trata-se de uma proposta que, “para além de ser mais do que justa, irá beneficiar um segmento da população mais desprotegido, com muitos idosos a viverem com pensões de miséria”.

O candidato à Câmara da Lagoa assegura que enquanto autarca irá lutar na autarquia para ver aprovada a proposta do Chega que considera “determinante para os idosos que, muitas vezes, têm de abdicar da compra de alguma medicação, optando por não aviar a totalidade da receita médica”, disse, acrescentando, que “os pensionistas com pensões mais baixas são aqueles que sentem o limiar da pobreza, são os que têm mais dificuldades económicas, são os que, apesar do trabalho de uma vida, ainda não conseguem viver dignamente, abdicando muitas vezes de alguns medicamentos e outros bens essenciais por falta de rendimentos”.

De acordo com a nota de imprensa enviada pelo partido às redações, para José Pacheco, determinante também para o concelho de Lagoa seria a criação de um mercado municipal, situado no centro do concelho, onde os agricultores do concelho pudessem vender os seus produtos. “Com uma infra-estrutura do género na Lagoa estaríamos a mexer com a economia local e, ao mesmo tempo, a dar mais rendimentos a quem vive do sector agrícola que, assim, poderia ter mais uma fonte de rendimento.

“Temos de acarinhar os agricultores do concelho da Lagoa e dar-lhes condições para quererem continuar a viver e a trabalhar neste concelho. Um mercado municipal iria, com toda a certeza, ser uma mais-valia, a todos os níveis não só económico, mas também poderia cativar mais turismo para o concelho”, frisou José Pacheco.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário