Cristina Calisto quer posicionar a Lagoa na vanguarda das novas tecnologias

© D.R.

A candidata do Partido Socialista (PS) à Câmara Municipal de Lagoa, visitou esta semana, acompanhada da sua equipa, a empresa Algicel, no Parque Industrial dos Portões Vermelhos.

De acordo com nota de imprensa enviada pelo PS, esta é mais uma empresa que aposta na biotecnologia e na investigação científica no concelho da Lagoa, dispondo já de um produto a ser comercializado, um antioxidante natural proveniente das algas.

Cristina Calisto, visitou as instalações e conheceu todo o processo inerente a essa indústria e reiterou a importância deste investimento no concelho, que ilustra o papel de valorização de recursos, conciliados à produção científica, ao conhecimento e à criação de riqueza e de emprego qualificado. 

Os socialistas realçam que “esta empresa está alinhada com a estratégia do município em posicionar a Lagoa na vanguarda das novas tecnologias” e destacam também o papel do Nonagon que “tem trazido ao concelho competitividade económica, emprego qualificado e empresas Inovadoras, que valorizam o capital humano, tecnológico, empresarial e social”.

Neste sentido, é dito que o projeto do partido,  em matéria de inovação prevê no seu manifesto algumas ações que vão de encontro a estes exemplos, como “a compra e gestão de acessos às infraestruturas e iniciativas da Câmara Municipal, através de serviços online e a criação de uma Zona Livre Tecnológica, com experimentação, para iniciativas, suportada na rede de 5G” sendo que o PS defende que constituem “um passo decisivo para potenciar a inovação com locais, geograficamente localizados e em ambiente real, destinados à realização de testes para produtos e serviços inovadores e de base tecnológica”, entre outros exemplos dados pelos socialistas.

Para a candidata socialista, “as novas tecnologias têm de ser valorizadas para se aproveitar as potencialidades que estas oferecem, por serem excelentes ferramentas que permitem estabelecer uma política de proximidade entre o Poder Local e as populações, numa sociedade que é cada vez mais tecnológica”, conclui a candidata.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário