Direção Regional da Energia fomenta a participação do setor industrial na definição da política energética

A Diretora Regional da Energia salientou a importância de “promover a ativa participação do tecido industrial na definição da política energética dos Açores”, no âmbito da visita a três unidades industriais, na ilha de São Miguel, a propósito da Estratégia Açoriana para a Energia 2030 (EAE 2030).

Segundo Andreia Carreiro, “estamos a falar de uma estratégia que define uma agenda para a inovação, descarbonização e segurança do abastecimento nos Açores, através da promoção integrada da eficiência energética e da aposta no mix energético diversificado, combinando fontes renováveis, endógenas e soluções tecnológicas, com impacte crucial no desenvolvimento sustentado do arquipélago”.

Para a governante, este é um setor com “representatividade no consumo energético a nível regional, uma vez que, no ano transato, cerca de 6% dos combustíveis fósseis importados para os Açores destinaram-se à indústria que foi, ainda, responsável pelo consumo de 18% da energia elétrica produzida na Região”.

A Diretora Regional referiu que “a eficiência energética é uma das condições necessárias para fazer face às necessidades crescentes de serviços de energia neste setor, concretizando-se através da seleção otimizada das formas de energia escolhidas pela unidade industrial e pela racionalização do seu consumo”, explicando que a atuação no setor deve reger-se pela “procura permanente da minimização das perdas energéticas nos processos e nas atividades”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário