Direitos em forma de rótulos

Catarina Rola
Nutricionista
A Sua Saúde Sempre

A 15 de Março celebra-se o Dia Mundial do Consumidor, alusivo à importância do direito à informação para consumo da população.

O crescente interesse social pelas questões relacionadas com alimentação e saúde é, atualmente, um forte determinante das escolhas alimentares, acentuando o interesse na rotulagem nutricional. A rotulagem é uma ferramenta fundamental no acesso dos consumidores à informação sobre os géneros alimentícios, permitindo-lhes realizar escolhas mais conscientes, informadas, adequadas às suas necessidades e preferências e oferece ainda a informação necessária para um correto armazenamento, preparação e consumo dos alimentos.

Esta ferramenta nutricional é obrigatória em qualquer género alimentício. Nesta deve fazer-se constar a declaração nutricional do produto, como o valor energético e os seguintes nutrientes: proteínas, hidratos de carbono, lípidos, fibras alimentares, sódio, vitaminas e minerais. Vive-se um tempo desafiante para a indústria agroalimentar no que respeita à rotulagem nutricional. De certo modo o consumidor contemporâneo está mais atento ao impacto que a sua escolha por um produto alimentar irá ter ao nível social, ambiental e de Saúde.

Conhecer as características do género alimentício e consequente eleição de certos produtos em detrimento de outros, é vital para uma consumo saudável. Atualmente, a utilização de cores na frente da embalagem e a harmonização, ou seja, igualdade nos formatos, facilita as decisões de compra mais informadas. Para além disso, tipos de rótulos simbólicos, como o semáforo nutricional, revelam-se mais facilmente compreensíveis. O semáforo nutricional tem como objetivo fornecer informação de forma instantânea e intuitiva sobre o teor de sal, açúcar e gorduras existentes nos alimentos através de símbolos verdes, amarelos e vermelhos que permitam uma avaliação rápida pelo consumidor, permitindo perceber se um determinado alimento é ou não prejudicial à saúde.

Deixo então uma proposta de semáforo nutricional para ajudar a descodificar os rótulos dos produtos alimentares, quando pretender ir às compras. Compare a informação constante no rótulo do alimento ou bebida por 100g ou 100ml, respetivamente, com a informação disponibilizada neste cartão, para os seguintes nutrientes: gordura, gordura saturada, açúcares e sal.

Propõe-se que opte por alimentos e bebidas com nutrientes maioritariamente na categoria verde, modere aqueles com um ou mais nutrientes na categoria amarela e evite aqueles com um ou mais nutrientes na categoria vermelha. Um consumidor informado, é um consumidor mais saudável.

(Artigo publicado na edição impressa de março de 2021)

Categorias: Opinião

Deixe o seu comentário