Diretora regional do Ambiente e Alterações Climáticas dos Açores demite-se

© D.R.

A diretora regional do Ambiente e Alterações Climáticas dos Açores, Catarina Chamacame Furtado, apresentou a demissão ao presidente do Governo Regional, por “motivos pessoais”, disse esta terça-feira, 22 de junho, à Lusa fonte do Governo.

Fonte oficial do Governo regional dos Açores indicou que o pedido de exoneração da diretora regional se deveu a “motivos pessoais”, acrescentando que “são, naturalmente, motivos que se respeitam e compreendem”.

A mesma fonte afirmou que “ainda não há nome para substituir” e que não há uma previsão de um prazo para a resolução desta questão.

Segundo adiantou esta terça-feira o jornal Açoriano Oriental, o pedido foi remetido ao presidente do Governo regional, José Manuel Bolieiro, com conhecimento ao secretário regional do Ambiente e Alterações Climáticas, o centrista Alonso Miguel, tendo o líder do executivo aceitado a demissão.

A Lusa tentou contactar a diretora demissionária, que recusou comentar o assunto.

Catarina Chamacame Furtado foi nomeada para o cargo em dezembro de 2020.

Tinha já exercido as funções de diretora regional da Energia, entre 2011 e 2012, num Governo socialista.

De 2016 a 2020, foi deputada da bancada do PSD na Assembleia Legislativa dos Açores, tendo sido eleita pelo círculo eleitoral de São Miguel.

Esta é a segunda baixa deste Governo, depois de, em fevereiro, a então diretora regional para a Promoção da Igualdade e Inclusão Social, Lucília Fagundes, ter renunciado ao cargo, na sequência de suspeitas de vacinação indevida contra a covid-19.

Lusa/ DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário