Equipamento para afugentar aves testado nas áreas protegidas de vinha dos Açores

Paisagem-Cultura-Vinha-Pico

Segundo o Diretor Regional do Ambiente o Governo dos Açores está a disponibilizar canhões de gás e diversos equipamentos para o afugentamento de aves selvagens nas áreas protegidas da cultura da vinha do Pico e dos Biscoitos, na ilha Terceira, procedendo-se a ensaios que contam com a colaboração da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA). 

Hernâni Jorge, que entregou oito canhões de gás à Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico, salientou que estes equipamentos destinam-se à realização de ensaios de afugentamento das aves durante o período de maturação das uvas. 

Na ocasião, com a presença do coordenador da SPEA nos Açores, Joaquim Teodósio, foi testado um dos canhões com alguns dos viticultores que se disponibilizaram para colaborar nos ensaios que vão ser desenvolvidos pelo Serviço de Ambiente do Pico.  

Para além destes ensaios, revelou, “será ainda testada a utilização de afugentadores sonoros”. 

Hernâni Jorge destacou “a importância da colaboração das diferentes entidades envolvidas nestes projetos, uma vez que deve ser dada prioridade à utilização de métodos de controlo não letais, desde que validada a respetiva eficácia, sobretudo quando se trata de espécies endémicas com estatuto de proteção”. 

O Diretor Refional salientou que o “recente censo à população de pombo-torcaz (Columba palumbus azorica), evidenciou a existência de uma população estável na Região, com densidades mais elevadas nas ilhas do Pico, Terceira e Graciosa”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário