Golo de Júlio Romão coloca Santa Clara nos oitavos de final da Taça de Portugal

CDSC

O Santa Clara apurou-se este domingo, 13 de dezembro, para os oitavos de final da Taça de Portugal de futebol, após vencer no terreno do Vitória de Guimarães por 1-0, com um golo de Júlio Romão na primeira parte, em jogo da quarta eliminatória.

Depois do golo do médio brasileiro, ao minuto oito, num remate de fora da área, bem colocado, a turma açoriana organizou-se na sua defesa, anulando o jogo ofensivo da formação minhota, que, ainda assim, desperdiçou algumas ocasiões para levar, pelo menos, o jogo para o prolongamento.

A toada do jogo estava ainda indefinida, quando o Santa Clara marcou o golo que lhe deu a passagem aos oitavos de final: em posição frontal à baliza, ainda fora da área, Júlio Romão desferiu um remate ao ângulo superior direito da baliza, indefensável para Bruno Varela.

Os anfitriões reagiram prontamente, mas o guardião André Ferreira, hoje no lugar do habitual titular Marco, negou o golo por duas ocasiões, primeiro a um remate de Miguel Luís, aos 11 minutos, e depois a um cabeceamento do avançado Bruno Duarte, aos 12.

O ponta de lança vimaranense ameaçou de novo o empate, num cabeceamento por cima, aos 20 minutos, mas a equipa de Ponta Delgada, quase sempre recuada em vantagem, começou a anular com maior facilidade os ataques contrários.

A formação minhota sentiu quase sempre dificuldades para contornar a organização defensiva açoriana na segunda parte, mas ainda desperdiçou duas ocasiões claras para empatar, ambas por Bruno Duarte: o brasileiro cabeceou ao lado, aos minutos 62 e 86.

Pelo meio, o Santa Clara, que quase nunca abandonou o meio-campo na segunda parte, ameaçou dilatar a vantagem, num remate de Costinha, por cima, aos 69 minutos.

No último lance do jogo, aos 90+5 minutos, André Ferreira voltou a ‘brilhar’, negando em cima da linha de baliza o golo a Pepelu.

Lusa/DL

Categorias: Desporto

Deixe o seu comentário