Governo apoia mais 118 projetos na área do artesanato

Feria artesanato e sabores festas santo antonio lagoa 2015

O Governo dos Açores vai apoiar, com mais de 169 mil euros, 118 projetos na área do artesanato, os quais representam um investimento global de mais de 304 mil euros.

Segundo o Vice-Presidente, “o executivo considera o artesanato “uma atividade importante, económica e culturalmente, e por isso tem implementado uma política de apoio que permita ao sector desenvolver-se e renovar-se, sem, no entanto, perder o seu caráter genuíno e tradicional.”

Para o governante, “os projetos agora apoiados, para além do contributo que virão trazer ao desenvolvimento da região, valorizando materiais de produção local, têm também repercussões positivas pelo seu potencial de criação de emprego e de aumento da sustentabilidade do sector.”

Estes projetos, candidatos aos apoios previstos no Sistema de Incentivos ao Desenvolvimento do Artesanato dos Açores (SIDART) para este ano, abrangem áreas que vão desde a formação até à inovação no produto artesanal.

Assim, para projetos de formação que envolvem um investimento global de cerca de 4.200 euros, a comparticipação ao abrigo do SIDART será de mais de 2.300 euros.

Na área da dinamização do setor, a um investimento global na ordem dos 27.500 euros corresponderá uma comparticipação governamental de cerca de 14 mil euros.

Para os projetos de investimento das unidades produtivas artesanais candidatos a apoios, que ascendem a 204 mil euros, as comparticipações financeiras serão da ordem dos 116 mil euros.

Na área da qualificação e inovação do produto artesanal candidataram-se projetos que que representam um investimento global de cerca de 68 mil euros, que terão uma comparticipação financeira governamental de cerca de 37 mil euros.

O Sistema de Incentivos ao Desenvolvimento do Artesanato dos Açores foi criado com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável da atividade artesanal no âmbito da economia regional, através de um conjunto de medidas que articulam e conferem coerência a esse sistema.

Os apoios a projetos na área do artesanato constituem uma das medidas previstas na Agenda para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário