“Governo da República não pode fugir à responsabilidade de garantir segurança nos Açores” alertou Madalena San-Bento

Madalena San Bento PS eleições legislativas 2015 Assembleia Republica

A candidatura do PS/Açores às próximas eleições legislativas, que decorrerão no próximo dia 4 de outubro, defendeu esta quinta-feira que o Governo da República não se pode eximir às responsabilidades que tem em matéria de garantia da segurança pública no todo nacional e, em particular, na Região Autónoma dos Açores.

A ideia foi defendida por Madalena San-Bento, que falava à saída de uma reunião com o Comando da esquadra da PSP da Ribeira Grande.

A candidata socialista realçou que a “esquadra da PSP na Ribeira Grande tem dois problemas estruturais que já se arrastam há muitos anos, sem que nunca o Governo da República tivesse avançado com uma solução”, lembrando que “o Partido Socialista já insistiu, por diversas vezes, em soluções bastante satisfatórias que passavam, inclusive, por um projeto para uma esquadra nova, que nunca avançou”.

Madalena San-Bento manifestou também a sua preocupação com o “insuficiente número de agentes da PSP na Região” recordando que “o Governo da República já veio a público com uma promessa em termos de reforço contingente de recursos humanos, que não foi ainda levada a cabo e não se sabe se será”. Para a candidata socialista, este reforço “seria de grande utilidade para a Região”, pois transmitiria “uma maior sensação de segurança aos Açorianos”.

Referindo-se ao recente encerramento do posto da PSP de Rabo de Peixe, por falta de condições de segurança, Madalena San-Bento lamentou que a “PSP de Rabo de Peixe continue a operar apenas com dois postos móveis, um problema sem fim à vista, que se reflete numa sensação de insegurança para a população e para os próprios agentes”.

“Neste momento, se não fosse uma resolução e um protocolo que foram elaborados pelo Governo dos Açores, no âmbito do fornecimento de viaturas e equipamentos, quase se pode dizer que os agentes da PSP andariam a pé ou não andariam, se tivessem de se deslocar. A investigação criminal nos Açores estaria quase na idade da pedra. O Governo da República tem de deixar de fugir às suas responsabilidades em questões tão importantes como a segurança, particularmente nas Regiões autónomas”, exigiu a candidata socialista, Madalena San-Bento.

DL/PS

Categorias: Sem categoria

Deixe o seu comentário