Governo dos Açores celebra contrato com duas empresas para corte e venda de madeira certificada em São Miguel

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas celebrou contrato com duas empresas açorianas que venceram o concurso público internacional para a venda, incluindo o corte, de madeira de criptoméria certificada e a reflorestação de 21,53 hectares, no perímetro florestal da ilha de São Miguel.

Os oito lotes de madeira certificada pelo sistema internacional “Forest Stewardship Council” (FSC) foram adjudicado por 76 mil euros.

As áreas de corte e reflorestação estão localizadas nos concelhos do Nordeste e da Povoação, estando a sua gestão cometida à Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direção Regional dos Recursos Florestais.

Está estipulado um prazo de cinco anos para a realização do corte e reflorestação das áreas que estiveram a concurso, por forma a dar maior estabilidade a quem vende e a quem compra a madeira, sendo que a totalidade da madeira cortada terá de ser comercializada no exterior da Região.

Desde 2014 até à assinatura deste contrato, já foram adjudicados 206 hectares na ilha de São Miguel, dos quais já foram cortados 80 hectares, que equivalem a cerca de 53 mil metros cúbicos de madeira, e já foram rearborizados 71 hectares.

O Governo dos Açores iniciou em 2014 a gestão ativa das áreas florestais que tem sob sua responsabilidade através da seleção de áreas para corte e da definição de um conjunto de operações e normativos a atender na sua exploração.

Uma nota do executivo regional adianta que estas opções, que se consubstanciam num Plano de Gestão Florestal e que levam ao reordenamento florestal das áreas exploradas, visam também o rejuvenescimento da floresta pública açoriana, com respeito pelos valores naturais que lhe estão associados e tendo o cuidado de minimizar os impactos muitas vezes associados a este tipo de ações.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário