Governo dos Açores vai desenvolver projeto “Autonomia Digital”

Vitor Fraga-governo-Açores-tecnologia

O Governo dos Açores vai desenvolver o projeto ‘Autonomia Digital’, um sistema de gestão de conteúdos de diversa natureza, nomeadamente coleções de objetos museológicos, digitalização de livros, livros e arquivos digitais, anunciou Vítor Fraga. 

O Secretário Regional do Turismo e Transportes, que falava, em Ponta Delgada, na cerimónia de celebração de um acordo de parceria entre a GlobalEDA e a multinacional SAP, salientou que este projeto será desenvolvido no âmbito de outro mais vasto, denominado ‘Azores Cloud’, que comporta “medidas para a promoção de uma administração mais inteligente e sobretudo mais orientada para o cidadão”. 

Vítor Fraga frisou é objetivo do Governo dos Açores desenvolver o ‘Autonomia Digital’ ao longo deste ano, salientando que se trata de “um projeto inovador, que segue aquelas as recomendações europeias, contribuindo igualmente para o desenvolvimento das indústrias criativas, nomeadamente no desenvolvimento de conteúdos para a indústria turística”. 

Os conteúdos, segundo Vítor Fraga, “serão disponibilizados em multiplataforma, no Portal do Governo, na futura intranet da educação”, com a particularidade de serem “desenvolvidos em software ‘open source’, na perspetiva de possibilitar que as nossas empresas de base tecnológica possam utilizar estas ferramentas para criar mais aplicações, para criar mais serviços, na ótica de criar valor e de gerar riqueza para a Região”.  

Para Vítor Fraga, “vivemos hoje um novo tempo que, no âmbito das organizações, é marcado por uma procura permanente de uma maior eficiência, não uma eficiência única e exclusivamente olhada na ótica do desenvolvimento organizacional das empresas, mas uma eficiência olhada na perspetiva de prestar permanentemente um melhor serviço a todos os seus clientes”. 

Nesse sentido, considerou ser necessário que “as organizações e as empresas se foquem no seu negócio e utilizem a tecnologia, e nomeadamente os sistemas de informação, como parceiros ativos para atingir os seus objetivos de se tornarem mais competitivas”. 

O Governo dos Açores tem vindo a apoiar as empresas com este objetivo e continuará a fazê-lo, nomeadamente através do novo sistema de incentivos, Competir+, que “está à disposição de todos os empresários, nomeadamente no seu subsistema para a qualificação e inovação, que visa promover a qualidade e inovação, pela via da produção de novos ou de melhorados bens e serviços, de novos processos de produção, de novos modelos organizacionais ou de novas estratégias de marketing, que suportem, de uma forma clara e inequívoca, a sua progressão na cadeia de valor e que promovam o reforço da orientação para os mercados externos à nossa Região”.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário