Lagoa recebe V Jornadas APAV Açores Contra a Violência

A cidade de Lagoa será palco das V Jornadas APAV Açores contra a Violência, numa organização da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

O evento terá lugar no Cineteatro Lagoense, mais concretamente dia 15 de novembro.
Após quatro edições em Ponta Delgada, a Lagoa recebe, pela primeira vez, um dia de discussão e reflexão sobre temáticas do âmbito do apoio a vítimas de crime, bem como da prevenção da vitimação e da violência.

No evento, que irá reunir diversos especialistas, serão abordadas três áreas principais: Violência Filioparental, Apoio Online a Vítimas de Crime e Violência contra Pessoas com Deficiência Intelectual e/ou Multideficiência.

Serão oradores: Ana Filipa Nabais, Andreia Cardoso, Catarina Machado, Cristina Calisto, Joana Quental Vasconcelos, Manuela Santos, Maria Chaves Martins, Maria de Oliveira, Maria José Martins, Pedro Gomes, Raquel Rebelo, Rui Melo, Sílvia Branco e Sónia Braga.

Os moderadores serão João Oliveira e Pedro Almeida.

Para participar no evento, a decorrer entre as 09h00 e as 16h45, é necessário inscrição que tem um custo de 5€.

Recorde-se que “a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, que tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais, bem como contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas, sociais e privadas centradas no estatuto da vítima.

Um crime, qualquer que este seja, provoca uma disrupção na vida da vítima e coloca em causa o seu bem-estar, a sua liberdade pessoal, a sua honra e a vida privada. Ao atentar contra a pessoa, o crime atenta também contra aqueles que são os seus direitos mais fundamentais enquanto Ser Humano. Por isso profissionais, sensibilizados e informados que intervêm direta ou indiretamente com vítimas de crime e violência contribuem, desta forma, para a prestação de um apoio competente e qualificado a todos/as os/as cidadãos/ãs vítimas de crime.

A par da necessidade sentida pela Associação no âmbito da promoção de um espaço para reflexão e debate sobre diversas temáticas de intervenção relacionadas com o crime e violência, motivou o desenvolvimento de um trabalho de consciencialização e sensibilização de diferentes públicos, nomeadamente profissionais, promovendo, para o efeito, as Jornadas contra a Violência.

DL/APAV

Categorias: Local

Deixe o seu comentário