Lagoense Helena Castro Ferreira leva ópera ao Azores Fringe Festival

© D.R.

A soprano Helena Castro Ferreira, natural do concelho da Lagoa, vai participar na edição deste ano do Azores Fringe Festival, evento que se prolonga até 30 de junho. Helena Castro Ferreira faz parte da rede discoverazores.eu da MiratecArts, desde a sua fundação, há dez anos. A criação de uma série de concertos educacionais de reportório lírico foi o resultado da sua primeira participação no Azores Fringe Festival.

“Vim almoçar com Terry Costa e ele meteu-me logo a trabalhar,” publicou a cantora lírica nas suas redes sociais. O diretor artístico da MiratecArts adiciona que “a associação cultural tem como principal objetivo desenvolver programas que seus sócio-colaboradores têm interesse, especialmente se ainda não existem na região.”

Assim, a primeira ida da artista ao epicentro do Fringe, na MiratecArts Galeria Costa, na ilha do Pico, foi frutífera, plantando sementes para um futuro próspero de maior desenvolvimento e visibilidade para o setor cultural artístico da ópera e outros cantos líricos.

Natural do concelho da Lagoa, ilha de São Miguel, Helena Castro Ferreira é licenciada em canto e com mestrado em ópera na Hochschule für Musik und Theater, na Alemanha, é recipiente do prémio Berenberg Bank 2013, o 3.º lugar ex-aequo, e o segundo lugar, em 2016, do concurso de canto lírico da Fundação Rotária Portuguesa. Em música de câmara, venceu o concurso “Live MusicNow – Hamburg”. No palco, estreou-se no musical “A Lenda das 7 Cidades”, em 2005, e em ópera apresentou-se em variados papéis. Leciona canto, estudo de ópera e arte de representar no Conservatório Regional de Ponta Delgada. Depois de um fim de semana dedicado às letras e livros com o encontro ‘Pedras Negras’, o último programa de terças no Museu do Pico acolhe a performer Maria Simões e a sua personagem mais conhecida, a palhaça LUNA. Ainda nessa noite, o luso-canadiano, cineasta Andrew Lima, apresenta seu trabalho. Para o encerramento do festival, dia 30 de junho, cabe aos músicos profissionais do Wave Jazz Ensemble, a apresentação do seu trabalho discográfico, ao vivo, no palco do auditório da Madalena.

DL

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário