Líder do CDS espera “governo de direita” nos Açores

FOTO CDS/AÇORES

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, disse hoje esperar que haja “um governo de direita” nos Açores e salientou que “não será por culpa” do partido que o PS não deixará de governar nesta Região Autónoma.

“Eu espero que haja um governo de direita nos Açores, é essa a minha posição de princípio”, afirmou Rodrigues dos Santos, questionado pelos jornalistas no final de uma reunião com o presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, na sede nacional do partido.

O líder do CDS-PP reiterou o que disse na noite das eleições, no domingo: “O CDS é a maior força política à direita, o terceiro partido nos Açores e somos a direita que soma e acrescenta”.

“Não será certamente por culpa do CDS que não tiraremos o PS do Governo regional dos Açores”, reforçou.

Questionado se o Chega também poderá integrar esse governo de direita, o líder do CDS-PP escusou-se a responder para “não comprometer as negociações em curso pelos órgãos regionais” do partido.

O PS venceu as eleições regionais de domingo, elegendo 25 dos deputados à Assembleia Legislativa Regional, mas um bloco de direita, numa eventual aliança (no executivo ou com acordos parlamentares) entre PSD, CDS, Chega, PPM e Iniciativa Liberal poderá funcionar como alternativa de governação na região, visto uma junção de todos os parlamentares eleitos dar 29 eleitos (o necessário para a maioria absoluta).

O CDS-PP continua a ser o terceiro partido com maior representação no parlamento regional, mas perdeu um dos quatro mandatos conquistados há quatro anos.

O Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma dos Açores estipula que o presidente do Governo Regional seja nomeado pelo representante da República “tendo em conta os resultados das eleições”.

A lei indica que o representante da República, Pedro Catarino, nomeará o novo presidente do Governo Regional “ouvidos os partidos políticos” representados no novo parlamento açoriano.

Lusa/DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário