Luís Neto Viveiros afirma que a Natureza é “um dos principais ativos dos Açores”

Greeen Key Neto Viveiros Ambiente Açores

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou, no Pico, na cerimónia de assinatura de um protocolo de cooperação com a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e de entrega nacional do Galardão Green Keyd 2015, que a natureza “é um dos principais ativos dos Açores”.

Na intervenção que proferiu o titular da pasta do Ambiente afirmou que é “fundamental que todos ganhemos consciência da extensão e valor do património natural dos Açores e que se perceba, de uma vez por todas, que ambiente e desenvolvimento não têm que estar de costas voltadas e que podem – e devem – caminhar lado-a-lado”.

Para Neto Viveiros, é esse o caminho que “os Açores trilham e vão continuar a trilhar no futuro”.

O Secretário Regional destacou o simbolismo de se realizar no Dia Mundial do Ambiente a assinatura do protocolo de colaboração entre a Região e a ABAE, com o objetivo de reforçar os projetos de Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável.

O mesmo dia, frisou o governante, “em que há 16 anos foi assinado o primeiro protocolo de cooperação, honrado desde então por ambas as partes no que se refere à colaboração nas áreas de educação ambiental, formação profissional, acesso à informação e implementação na Região das campanhas da FEEE – Foundation for Environmental Education in Europe”, que agrupa entidades de mais de 60 países que, em conjunto, promovem atividades de Educação Ambiental para a Sustentabilidade.

Os programas implementados e geridos nos Açores são o Eco-Escolas, o Jovens Repórteres para o Ambiente, o ECO XXI e o ‘Green Key’ ou Chave Verde.

Este galardão foi atribuído a seis estabelecimentos dos Açores, nomeadamente a Quinta do Martelo, na ilha Terceira, que também recebeu o prémio ‘Horta do Chef’, entregue pela primeira vez este ano, a Casa da Torre, no Pico, a Casa do Pátio, a Casa da Fonte e a Casa da Talha, em S. Miguel, e ainda o Graciosa Resort.

A nona edição deste galardão conta, pela primeira vez, com o alargamento aos Alojamentos Locais e aos Restaurantes, à semelhança do que se realiza nos restantes países da rede internacional.

A Green Key está atualmente presente em 48 países e foi atribuída a cerca de 2.800 unidades de alojamento, representando um importante crescimento na rede internacional.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário