Núcleo da Amnistia Internacional de São Miguel debate violência doméstica

FOTO PIXABAY

O Núcleo da Amnistia Internacional de São Miguel irá promover o webinar “Até que a violência nos separe” no dia 25 de novembro das 18H30 às 19H30, em parceria com a livraria Letras Lavadas.

O evento pretende assinalar o Dia da Eliminação da Violência Contra a Mulher, contando com um painel de convidadas que dedicam a sua ação diária a estas temáticas: Malvina Sousa, autora do livro “Até que a violência nos separe”; Maria José Raposo, presidente da UMAR Açores; Raquel Rebelo, Gestora do Gabinete de Apoio à Vítima de Ponta Delgada – APAV Açores; Piedade Lalanda, professora coordenadora da Escola Superior de Saúde.

Segundo o coordenador do Núcleo, “esta é mais uma forma de a Amnistia Internacional dar o seu contributo, enquanto instituição que luta diariamente em prol dos direitos humanos.”

“Trazer à discussão este tema, com abordagens específicas sobre a ilha de São Miguel e dos Açores, é para nós muito importante por colocar na agenda regional a violência de género como algo que tem de ser combatido diariamente por todos: entidades públicas e privadas e os cidadãos em geral”, sublinha Vitor Amador.

Com o intuito de chegar a um maior número de pessoas, o webinar será desenvolvido através de uma parceria com a Letras Lavadas que, através das suas páginas de Facebook e Youtube, irá transmitir o evento.

Em comunicado o Núcleo diz que “acredita que esta é mais uma forma de envolver a comunidade na partilha, no debate e na reflexão deste tema, potenciando sinergias entre as mais diversas entidades que demonstrem o interesse por todas as questões que envolvem os direitos humanos”, conclui.

O livro que serve de mote a esta sessão, “Até que a violência nos separe”, da lagoense Malvina Sousa, publicado em 2019 “cruza várias histórias em torno de Maria, uma mãe de família vítima das agressões do marido. 

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário