Operação “Periferia” com 700 vacinados na ilha das Flores

© D.R.

A Operação “Periferia”, que prevê a vacinação em massa das ilhas dos Açores sem hospital, chegou hoje à ilha das Flores, tendo 700 utentes recebido a primeira dose da vacina contra a covid-19, indicou o Governo regional.

Segundo uma nota de imprensa da Secretaria Regional da Saúde e do Desporto, no terreno “está uma equipa da Unidade de Saúde de Ilha das Flores, com 22 profissionais, entre enfermeiros, farmacêutica, técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, assistentes técnicos, assistentes operacionais e técnicos de informática”.

Neste processo, que se estende até quinta-feira, participa também uma equipa militar com seis enfermeiros, dois médicos e um farmacêutico, e mais três enfermeiros disponibilizados em cooperação com a Ordem dos Enfermeiros na região, além de dois bombeiros locais.

O diretor regional da Saúde, Berto Cabral, lembrou que há já a “experiência acumulada com o desenrolar da operação em Santa Maria”, onde se conseguiu “ser bem-sucedidos na logística, a caminho das Flores”.

O responsável relevou a importância da operação em curso nas Flores “tendo em vista a imunização de mais uma ilha, para que a vida possa ir voltando ao normal no arquipélago”.

Berto Cabral referiu que o processo prevê a vacinação, nos próximos dias, nas ilhas Graciosa e Pico “com o mesmo objetivo e com grande parte da equipa que aqui está hoje”.

A operação “Periferia” começou no domingo na ilha de Santa Maria.

Lusa/ DL

Categorias: Saúde

Deixe o seu comentário