Orçamento de 2020 garante emprego, rendimentos e desenvolvimento na Ilha de São Miguel

“O Orçamento dos Açores para 2020 é um Orçamento de investimento, crescimento e emprego”, afirmou José San-Bento, na sequência da aprovação em Plenário do Plano e do Orçamento da Região Autónoma dos Açores para 2020. O vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS/Açores considera que o Plano e Orçamento têm as prioridades certas, cuja identificação resulta do trabalho de proximidade que o Governo dos Açores promove nas várias ilhas.

Para José San-Bento os documentos aprovados: “Confirmam a dimensão social da nossa governação, com um grande apoio à Solidariedade e à Proteção Social, em que merece destaque, por exemplo, os mais de 25 Milhões de Euros em complementos de pensão, que vão abranger mais de 37 mil idosos. É sinal de um Governo atento, com consciência social e com uma grande preocupação em resolver as questões que estão, também, relacionadas com o combate à pobreza. O combate à pobreza é sempre uma prioridade, que para o Partido Socialista não é uma medida de caridade, mas sim um ato de justiça”

Sobre o setor da Educação, o parlamentar realçou a importância de garantir “o início da recuperação do tempo de serviço congelado aos professores”, para além das intervenções de reparação e reabilitação de algumas escolas em São Miguel, como por exemplo, em Rabo de Peixe, Lagoa, Arrifes, Povoação e na Escola Antero de Quental.

No setor da Saúde, destacou a remodelação do Serviço de Urgência do Hospital do Divino Espírito Santo em Ponta Delgada. Os protocolos assinados com a Unidade de Saúde de Ilha e as doze Escolas Profissionais de São Miguel. Ainda no caso concreto de São Miguel, também há a referir as obras no Centro de Paralisia Cerebral, no Quartel dos Bombeiros da Povoação, nas condições do Porto da Ribeira Quente, a construção do entreposto frigorifico de Ponta Delgada e do Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, cujo investimento para a segunda fase ronda os 7,5 milhões de euros, entre outros investimentos e melhoria de serviços previstos para o próximo ano.

“Destacamos o investimento que está presente neste plano, com o investimento privado, que vai crescer em termos diretos 9% face ao ano passado. Um crescimento que resulta da dinamização das empresas, que também conta com investimento público, mas conta muito com as empresas e com o investimento privado. Revela a confiança que os empresários têm para investir, até porque temos os impostos mais baixos do país”, acrescentou.

José San-Bento defendeu, em relação ao emprego e aos rendimentos, que “o Plano de 2020 contempla não só geração de emprego como também uma melhoria assinalável do rendimento dos trabalhadores. Temos, e vamos continuar a ter, uma luta contra o desemprego, contra o emprego precário e pelo aumento os rendimentos”.

DL/PS

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário