PCP Açores questiona autorizações para corte de plantas endémicas

AnibalPires-PCP_Fev13@RA (2)

Aníbal Pires, Deputado do PCP Açores, apresentou um requerimento questionando as autorizações excecionais para corte de plantas endémicas.

O PCP salienta que o número destas autorizações têm vindo a aumentar de ano para ano, tendo sido concedidas 45 autorizações em 2013, 66 autorizações em 2014 e no presente ano já foram concedidas 63 autorizações.

A quantidade de autorizações emitidas pelos serviços de Ambiente faz com o que devia ser uma excepção se esteja a tornar uma regra. Esta situação põe em causa o património ambiental dos Açores e a necessária proteção à nossa flora única e característica.

Assim, o PCP pretende conhecer a fundamentação destas autorizações, quais as espécies sobre que incidiram e quantos pedidos foram indeferidos pelos serviços de Ambiente.

Para o PCP o desenvolvimento da Região tem de ser feito no respeito dos valores ambientais e numa perspetiva de integração ecológica, que é incompatível com a destruição indiscriminada da flora endémica dos Açores.

DL/PCP

Categorias: Sem categoria

Deixe o seu comentário