Pedido de Crédito online: tudo o que deve saber, incluindo documentos necessários e assinatura digital

© Jacob Lund/Shutterstock.com

Tal como acontece com todos os eventos disruptivos na história da Humanidade, a pandemia acabou por alavancar mudanças drásticas na sociedade. Uma das mais visíveis acabou por ser o fomento da atividade digital, em especial a migração de ações anteriormente realizadas de forma analógica, para o online.

Esse é o caso dos serviços de notariado (renovação do Cartão de Cidadão, por exemplo) e dos serviços financeiros, área em que passou a possibilidade de se fazer um pedido de crédito pessoal 100% online e usufruir do financiamento sem ter que se deslocar a uma agência bancária, transformou-se em realidade.

Ainda que possa subsistir alguma relutância em relação à contratualização de serviços financeiros online, a verdade é que todo o processo é mais simples do que aquilo que possa pensar. Não acredita? Venha daí.

O que precisa para pedir um crédito online?

Primeiro passo: pesquisa de um banco/instituição de crédito online

Para pedir um crédito pessoal online, o primeiro passo é, obviamente, fazer uso do seu POC ou smartphone e pesquisar com auxílio de um motor de busca por “crédito pessoal 100% online”.

Se as palavras forem as corretas, vai-lhe ser apresentada uma extensa lista com as ofertas de crédito pessoal que os diversos bancos e instituições financeiras de crédito online presentes em Portugal lhe oferecem.

Depois de clicar numa das opções, por norma, vai encontrar um simulador de crédito que o vai ajudar a calcular o montante mensal de cada prestação e prazos de pagamento em função do valor total de financiamento que pedir.

Geralmente, os valores de crédito pessoal online variam entre os 200€ e 75.000€ com prazos de pagamento que oscilam entre os 6 e os 84 meses.

Par além do montante e do prazo de reembolso do valor pedido, estes simuladores permitem-lhe, de igual forma, saber qual a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global) e a TAN (Taxa Anual Nominal) que serão aplicadas ao valor pedido e qual será o montante total (MTIC – Montante Total Imputado ao Consumidor) em que terá que reembolsar a instituição para o prazo que escolheu.

Contratualização e documentos necessários

Caso os valores apresentados na simulação sejam do seu agrado, basta-lhe clicar no botão “Aderir Já” que normalmente acompanha o simulador e começar o processo de contratualização do seu crédito pessoal online.

Esse processo começa com o preenchimento de um formulário que a instituição financeira coloca imediatamente ao seu dispor.

Neste documento deve deixar os seus dados pessoais e anexar os seguintes documentos:

  • Cartão de Cidadão;
  • Última declaração de IRS;
  • Últimos 3 recibos de vencimento
  • Comprovativo de morada
  • Comprovativo de NIB/IBAN

Como referimos, estes documentos devem ser digitalizados e anexados ao pedido de crédito para finalizar o seu pedido de crédito.

Caso não queira digitalizar os documentos e preenche-los pela sua mão, de modo a assinar o formulário digitalmente, deve fazer uso da assinatura digital.

Para tal, deve recorrer a um serviço de ID Digital, ou seja, uma solução que garanta exclusividade da assinatura e impeça qualquer tipo de adulteração.

Feita a partir de um computador, telemóvel ou tablet, para obter uma assinatura digital utilizando o Cartão de Cidadão pode recorrer a um leitor de cartões com o software e que está disponível para todos os cidadãos ou, de forma menos complexa, utilizar o sistema da Microsoft ou da Adobe Reader (PDF) através dos quais poderá utilizar a assinatura digital em documentos PDF, Word, Excel e PowerPoint.

Pode, igualmente, assinar digitalmente através de um método chamado de one-time Password que funciona através do envio de mensagens de texto com um código único e que permite confirmar se está a concordar com determinada proposta.

Aprovação

Para além da menor burocracia e maior comodidade na contratualização, a aprovação de um crédito pessoal de forma online é também mais rápida, uma vez que o prazo de resposta à sua solicitação é de entre 24 e 48 horas sendo que, após aprovação,  o montante pedido será depositado na sua conta até dois dias úteis depois.

Pedido de Crédito Pessoal – exemplo prático

Para melhor perceber como pedir um crédito pessoal online, nada melhor do que apresentar-lhe um exemplo prático.

Quando o carro do João o deixou apeado e o mecânico lhe disse o valor da reparação, o nosso personagem percebeu imediatamente que o melhor que tinha a fazer era investir na compra de um novo automóvel.

Como o dinheiro não abunda e ele precisa do carro para se deslocar para o trabalho, o João decidiu-se por procurar um crédito pessoal através da Internet. Após uma rápida pesquisa, o João parou na página de crédito pessoal do UNIBANCO.

Ao entrar nesta página, o nosso personagem encontrou um simulador de crédito pessoal que lhe permitiu realizar uma simulação (com possibilidade de seguro) para valores entre os €5.000 e os €75.000, bem como optar por prazos de pagamento que oscilam entre 24 e 84 meses.

O nosso personagem decidiu então fazer uma simulação no site do UNIBANCO, marca da instituição financeira de crédito UNICRE, para um pedido de financiamento de 10 mil euros que pretende pagar no mínimo tempo possível, ou seja, 24 meses no caso.

Realizada a simulação, obteve um valor de mensalidade de 445,46 euros com uma TAEG de 8,6% e um MTIC de 10867,11 euros, proposta que o levou a clicar na barra “Peça Já” que o reencaminhou para o preenchimento de um pequeno formulário onde escolheu a opção “100% digital” para finalizar o processo sem sair de casa.

Para além do preenchimento do formulário, foi-lhe ainda pedido que introduzisse os documentos necessários, validasse a sua identidade e assinasse com um código SMS que foi enviado para o seu telemóvel.

Depois destas etapas concluídas, o João já pode ir escolhendo o seu próximo carro, uma vez que, depois de o crédito pessoal aprovado, terá o dinheiro que pediu na sua conta bancária num par de dias.

A simulação apresentada diz respeito a um financiamento de €10.000 a pagar em 24 mensalidades de €445,46. TAN 6,250% e TAEG 8,6%. MTIC €10867,11.

Categorias: DL Empresas

Deixe o seu comentário