PJ deteve homem indiciado pela prática de incêndio em habitação

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um homem, fortemente indiciado pela presumível prática do crime de incêndio.

Os factos ocorreram no concelho de Ponta Delgada, na casa onde residia, que era propriedade de familiares.

O suspeito, que terá agido motivado por sentimentos de vingança contra a família, em razão de alegada frustração por falta de apoio, aproveitou o facto de estar sozinho para colocar peças de vestuário e papeis sobre um colchão, que inflamou com um isqueiro e cujas chamas rapidamente se propagaram à habitação, provocando-lhe muitos danos, bem como a outra contigua.

Tratando-se de imóvel inserido na malha urbana, de construção em banda, foi criado um grave perigo para outras habitações e pessoas, o que só foi evitado pela rápida atuação dos bombeiros, que conseguiram suster o avanço das chamas.

O detido, de 36 anos de idade, foi presente às competentes autoridades judiciárias, tendo-lhe sido aplicada a medida coativa de prisão preventiva, por ora substituída por internamento preventivo.

DL/PJ

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário