Região com 12 novos casos. Terceira com duas novas cadeias de transmissão

FOTO DL

Decorrentes das 1.641 análises realizadas nas últimas 24 horas nos dois laboratórios de referência da região, foram diagnosticados 12 novos casos positivos de covid-19, dos quais sete na ilha de São Miguel e cinco na ilha Terceira. Foram registadas nove recuperações, sendo oito na ilha de São Miguel e uma na ilha de São Jorge.

No âmbito do rastreio realizado a quem chega ao arquipélago, foi detetado um caso positivo em São Miguel, correspondente a uma mulher, de 25 anos, não residente nos Açores, proveniente de ligação aérea com território continental português, que foi diagnosticada através de teste de despiste ao SARS-CoV-2 realizado à chegada.

No contexto da investigação epidemiológica relacionada com um estabelecimento de diversão em Ponta Delgada, em São Miguel, foi diagnosticada uma mulher, de 27 anos.

Na ilha de São Miguel foram ainda diagnosticados uma mulher, de 19 anos, e um homem, de 48 anos, relacionados com a cadeia de transmissão em investigação epidemiológica centrada na Ribeira Grande.

Foram também diagnosticados, em São Miguel, duas mulheres, de 25 e 34 anos, e um homem, de 51 anos, no seguimento do surgimento de sintomas, estando os casos em investigação epidemiológica.

No concelho da Praia da Vitoria, na ilha Terceira, foram detetadas duas novas cadeias de transmissão, com origem em indivíduos provenientes do exterior.

No âmbito da primeira cadeia, foi diagnosticado um homem, de 37 anos, enquanto, na segunda cadeia, foram detetados três casos positivos, correspondentes a mulheres, com idades compreendidas entre 52 e 86 anos.

Ainda na Terceira, e no contexto da cadeia de transmissão associada a um restaurante na freguesia de São Mateus, foi diagnosticado um homem, de 21 anos.

Foram registadas nove recuperações, sendo oito em São Miguel, correspondentes a duas mulheres, de 40 e 45 anos de idade, e seis homens entre 18 e 80 anos, e uma em São Jorge que diz respeito a um homem de 29 anos.

Foi estabelecida ligação epidemiológica entre a cadeia de transmissão associada a um estabelecimento de ensino superior ontem reportada na ilha de São Miguel e a referente a um estabelecimento de diversão situado em Ponta Delgada, levando à reconfiguração das cadeias.

Os Açores contam agora com 13 cadeias de transmissão extintas e 12 cadeias de transmissão ativas, sendo estas cinco em São Miguel, quatro na Terceira, duas partilhadas entre São Miguel e São Jorge e uma em São Jorge.

Até ao momento, foram detetados na região 641 casos, verificando-se atualmente 351 casos recuperados e 197 casos positivos ativos, dos quais 164 em São Miguel, 22 na Terceira, sete em São Jorge, um no Pico, dois no Faial e um em Santa Maria.

DL

Categorias: Saúde

Deixe o seu comentário