Requalificação da zona balnear da Baía de Santa Cruz considerada de interesse público

© CML

O projeto de requalificação da zona balnear da Baía de Santa Cruz, apresentado pela Câmara Municipal de Lagoa à Secretaria Regional do Mar e das Pescas e à Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, foi considerado como ação de interesse público, conforme publicado, hoje, no Jornal Oficial da Região Autónoma dos Açores.

O projeto idealizado visa valorizar uma área do concelho que se encontra subvalorizada, mas que apresenta grande potencial ambiental e paisagístico.

A baía de Santa Cruz encontra-se qualificada no Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) como área natural, cultural e balnear e, simultaneamente, como área edificada. No que respeita ao Plano Diretor Municipal o seu solo divide-se em solo rural, qualificado como reserva ecológica e espaço natural – zona balnear e como solo urbano, qualificado como urbanizável – espaço residencial.

Desta forma, a intenção da Câmara Municipal de Lagoa consiste em realizar uma intervenção que tem como objetivo salvaguardar os aspetos naturais e sociais desta zona, bem como preservar a identidade deste local, através de soluções de desenho com baixo impacto paisagístico, com uma linguagem arquitetónica orgânica e com uma intervenção ambiental assente na utilização de vegetação endémica e nativa dos Açores.

De referir que, esta é uma intervenção há muito ansiada para a freguesia de Santa Cruz, sendo objetivo da Câmara Municipal valorizar esta zona de valor histórico, que deu o nome à Lagoa.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário