Reuniões descentralizadas são muito importantes

Albertina Oliveira Assembleia Municipal Agua de Pau_junho 2015

As Assembleias Municipais no Município de Lagoa continuam a ser realizadas duma forma descentralizada, tendo a última sessão ordinária decorrido na Freguesia de Água de Pau.

Em declarações ao nosso jornal, a Presidente da Assembleia Municipal considera que esta é uma nova forma de democratizar que o elenco pretende incutir.

Albertina Oliveira refere que em Setembro deste ano, encerrará o primeiro ciclo das descentralizações das Assembleias Municipais de lagoa, com a realização da reunião na freguesia da Ribeira Chã, a mais pequena freguesia do concelho.

A presidente da mesa realça a destaca a importância da descentralização como uma necessidade de continuar a incutir e educar o público para que possam cada vez mais participar nas reuniões.

“Tem de haver uma educação por parte do órgão em publicitar mais a descentralização como forma de promover, não só uma melhoria da cidadania das populações, envolvendo-se neste projeto, sentirem-se uteis e que estão a contribuir na sua comunidade no seu concelho, mas também tornar o concelho mais democrático, promovendo uma maior democracia”, referiu.

A Presidente da Assembleia Municipal acredita ser uma mais-valia se as pessoas se associarem a esta política de ação que pretende desenvolver nos próximos, anos, continuando a passar por todas as freguesias, tal como aconteceu este ano.

A última Assembleia Municipal teve lugar em Água de Pau, Vila que está a comemorar os seus 500 anos de elevação.

Segundo Albertina Oliveira era importante realizar a Assembleia Municipal nesta freguesia tendo em conta o meio século de vida da mesma.

“Esta é uma data única e é um dever o de reconhecer a todos os que levaram ao crescimento da Vila. A sua história faz prova duma identidade marcante e duma capacidade persistente em benefício da sua gente e terra, sendo gratificante fazer parte das comemorações”, referiu em declarações ao nosso jornal.

DL

 

Categorias: Local

Deixe o seu comentário