Seleção Portuguesa esperançada no alcance de muitas medalhas no Europeu

O pavilhão da Escola Secundária de Lagoa recebe, entre 31 de agosto e 8 de setembro, a mais importante prova europeia de patinagem artística, o European Artistic Roller Skating Championships 2018.

Uma prova que envolve todos os escalões da patinagem artística, desde cadetes, juvenis, juniores e seniores, sendo que estarão à prova as várias disciplinas, desde as figuras obrigatórias, solo dance, dança e patinagem livre.

A cidade de Lagoa, durante nove dias, será o centro da Europa na Patinagem Artística, e onde os 223 atletas de 13 países irão dar o seu melhor para chegar ao pódio, atletas de Espanha, França, Itália, Eslovénia, Suiça, Holanda, Reino Unido, Dinamarca, Alemanha, Israel, Roménia, Rússia e Portugal.

É na seleção nacional portuguesa que estão alguns dos melhores patinadores, como é o caso de Pedro Walgode, bronze no mundial de 2017, Ana Walgode que foi prata também no mundial realizado na China, com destaque ainda para Ricardo Pinto, campeão do mundo em título, e que espera revalidar o título europeu, na Lagoa.

Em declarações ao Jornal Diário da Lagoa, o atual campeão do mundo em Solo Dance, tem boas perspetivas para este europeu, onde irá tentar fazer o seu melhor e garantir o primeiro lugar do pódio, embora admita que a competição é muito grande e nivelada.

Nas declarações a poucas horas do arranque deste europeu, Ricardo Pinto diz estar satisfeito por estar nos Açores, uma região que tem crescido muito na patinagem, além de sempre ouvir falar muito bem destas ilhas insulares.

O atleta nacional espera ter ainda algum tempo extra para poder visitar a ilha e conhecer a biodiversidade, algo pelo qual tem um interesse especial.

Por seu turno, a selecionadora nacional, Cristina Claro, está confiante numa boa prestação da seleção portuguesa, onde espera conseguir mais de duas dezenas de pódios, embora reconheça que, numa prova como esta, o fator sorte também é importante, sendo necessário os atletas estarem ao seu melhor nível.

Ao Jornal Diário da Lagoa, Cristina Claro diz que estar nos Açores e como estar em casa, sendo um dos seus sítios favoritos. O espaço da prova é muito bom, e com boas espetativas em relação à organização que se tem mostrado a um nível elevado.

Por outro lado, na seleção nacional está o atleta do Clube de Patinagem de Santa Cruz, Daniel Moniz, que foi chamado pela segunda vez, depois de ter participado no mundial de 2017.

Cristina Claro admite que o patinador lagoense recebeu a sua chama uma pouco mais tarde que o habitual, tendo falhado seleções em termos de cadete e juvenis, tendo surgido apenas em junior.

A selecionadora nacional espera uma boa prestação do Daniel e, acima de tudo, que saiba superar a pressão de estar em casa, que é mais difícil do que estar nua prova fora de casa.

Cristina Claro acredita que é um atleta que vai continuar a evoluir e irá solidificar a sua carreira.

O European Artistic Roller Skating Championships 2018, que tem o seu arranque esta sexta-feira, dia 31 de agosto, é organizado pelo World Skate Europe, Federação de Patinagem de Portugal e Associação de Patinagem de São Miguel, com o apoio do Governo Regional dos Açores, através da Direção Regional do Turismo, e da Câmara Municipal de Lagoa, entre outras entidades.

DL

Categorias: Desporto, Local

Deixe o seu comentário