Social-democrata Luís Garcia é o novo presidente do parlamento regional

FOTO JEDGARDO VIEIRA

O deputado do PSD Luís Garcia, da ilha do Faial, é o novo presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, batendo na eleição de hoje a concorrente proposta pelo PS, Bárbara Chaves.

Luís Garcia teve 29 votos, enquanto Bárbara Chaves recolheu 28 votos.

Deram entrada na urna 57 votos, o número total de deputados ao parlamento açoriano.

O social-democrata que vai agora presidir à Assembleia Regional é deputado ao parlamento açoriano desde 2008.

A indicação por parte da mesa da eleição de Luís Garcia mereceu aplausos de representantes de todas as oito bancadas parlamentares.

O novo presidente sucede no cargo à socialista Ana Luís, que desde 2012 liderava o parlamento açoriano.

Para vice-presidentes da Mesa foram eleitos a deputada do CDS Catarina Cabeceiras, com 36 votos a favor, 18 contra e três em branco, e João Vasco Costa, do PS, com 43 votos a favor, cinco votos contra, seis abstenções e três votos em branco.

Para secretários da Mesa foram eleitos Marco Costa, do PSD, com 34 votos a favor, 16 votos contra, três abstenções, três votos em branco e um voto nulo, e Tiago Branco, do PS, com 44 votos a favor, quatro votos contra, quatro abstenções e um voto nulo.

A XII Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores foi esta segunda-feira, 16 de novembro, formalmente constituída, numa sessão que decorre esta tarde na cidade da Horta, na ilha do Faial.

Nem todos os 57 deputados eleitos nas eleições de 25 de outubro tomaram já o seu lugar, sendo ainda nesta fase substituídos por outros membros da lista dos seus partidos.

Em causa estão diversos deputados eleitos que são ainda membros do atual executivo socialista, logo a começar pelo presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, bem como António Ventura, do PSD, que pediu a suspensão do mandato por também exercer o cargo de deputado à Assembleia da República.

Também Miguel Costa, socialista eleito pelo Pico, não tomou hoje posse por ainda exercer o cargo de presidente da Portos dos Açores, empresa que abandonará em breve.

O líder do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, foi indigitado recentemente presidente do Governo Regional pelo representante da República para os Açores, Pedro Catarino.

O PS venceu as eleições legislativas regionais, mas perdeu a maioria absoluta, que detinha há 20 anos, alcançando 25 dos 57 lugares da Assembleia Legislativa Regional.

PSD, CDS-PP e PPM, que juntos representam 26 deputados, anunciaram um acordo de governação, tendo alcançado acordos de incidência parlamentar com o Chega e o Iniciativa Liberal (IL).

Com o apoio dos dois deputados do Chega e do deputado único do IL, a coligação de direita soma 29 deputados na Assembleia Legislativa dos Açores, número necessário para atingir a maioria absoluta.

Bolieiro adiantou já que até final do mês estará em condições de apresentar ao parlamento açoriano o próximo executivo da região.

Lusa/DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário