Vasco Cordeiro defende que Regiões asseguram maior eficácia na implementação das políticas europeias

Vasco-Cordeiro-Grecia-RUPS

O Presidente do Governo dos Açores defendeu, na Grécia, que o nível de poder regional é o que melhor assegura a eficácia da implementação das políticas europeias nas Regiões, com benefício claro para os cidadãos destes territórios. 

“Estou convencido de que o nível de poder regional e a Autonomia são essenciais para melhor implementar, no terreno, não só a política de coesão, mas todas as políticas europeias, ajudando-nos a fazer as melhores escolhas para os nossos cidadãos”, afirmou Vasco Cordeiro, que falava sexta-feira na abertura da reunião da Comissão Política da Conferência das Regiões Periféricas e Marítimas da Europa (CRPM), que decorreu na ilha de Creta. 

Vasco Cordeiro foi eleito, em setembro de 2014, Presidente da CRPM, organização de cooperação inter-regional que integra cerca de 150 regiões de 28 Estados Europeus, agregando cerca de 200 milhões de cidadãos europeus. 

A CRPM tem por missão a defesa dos interesses dos seus membros junto de instituições nacionais e europeias, através da promoção da coesão económica, social e territorial e do poder regional na Europa, bem como do reforço da dimensão periférica e marítima da Europa. 

Na sua intervenção, o Presidente do Governo preconizou um justo equilíbrio entre os níveis de poder europeu, nacional e regional, de modo a garantir às Regiões a possibilidade de escolher as medidas e as políticas que melhor servem as suas populações. 

Vasco Cordeiro, apontando o exemplo da Política Regional, salientou que os fundos estruturais e de investimento continuam a ser uma forma concreta para criar crescimento, emprego e oportunidades de desenvolvimento na Europa e que, nesse sentido, as Regiões devem assumir-se como os atores principais da sua implementação. 

O Presidente do Governo destacou, ainda, o plano de investimentos de 300 mil milhões de euros apresentado pelo Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, alegando a necessidade de desenvolver oportunidades de investimento nas regiões europeias.

No início deste ano, em Nantes, Vasco Cordeiro, enquanto Presidente da CRPM, defendeu um papel ativo das Regiões na implementação do chamado Plano Juncker, para permitir que as medidas que constam deste documento apresentado pela Comissão Europeia resultem em crescimento económico e criação de emprego nas Regiões Ultraperiféricas.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário